Chico Ferreira: Briga tucana: por 2018, Alckmin e Doria rodam o país

Pesquisar este blog


.

domingo, 13 de agosto de 2017

Briga tucana: por 2018, Alckmin e Doria rodam o país



Folha de
Em Curitiba, na semana passada, o prefeito paulistano João Doria (PSDB) ouviu o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), dizer que "espera que, em breve, ele coloque o estilo empresarial de governar em todo o país".
Aliados seus, entusiasmados com eventual campanha nacional, procuraram saber o paradeiro do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que pretende disputar a Presidência da República em 2018.
Estava na pequena Monte Mor (55 mil habitantes), no interior paulista, onde ele gravava vídeo ao lado de uma beneficiária de programa de habitação do governo.
Faz parte de sua rotina. Desde 2011, dos 645 municípios paulistas, o governador não visitou ainda apenas 17.
As viagens para fora do Estado foram menos numerosas: nove neste ano. Mas a tendência é esse número aumentar em breve.
Não à toa, o discurso ensaiado por Alckmin para 2018 é o da entrega e da experiência, um contraponto à onda do "novo" e do antipolítico.
A ideia da equipe do governador é que ele vá à região Nordeste em breve e percorra o interior do Pará até a fronteira com o Mato Grosso –roteiro que ele já adiou uma vez.
Já Doria tem planos de aportar em Palmas (TO), Natal (RN) e Fortaleza (CE) só na próxima semana.
Depois, deve ir a Vila Velha (ES) e Campina Grande (PB), em setembro, e ainda comparecer ao popular Círio de Nazaré em Belém (PA) em outubro, entre possíveis outras paradas.
O prefeito paulistano usa seu jato particular para se transportar.
Alckmin vai de avião de carreira, cuja passagem é custeada pelo Estado paulista –ele tem em todas as viagens uma agenda oficial como governador.
Cada um a seu estilo, os dois potenciais presidenciáveis do PSDB rodam o país e pretendem intensificar a agenda nacional em uma espécie de demonstração de força tácita com vistas à eleição de 2018.
ACASALAMENTO
A batalha silenciosa entre padrinho político e...
Leia reportagem completa ai: Por 2018, Alckmin e Doria rodam o país