Chico Ferreira: Panamá proíbe Odebrecht de participar de licitações de obras públicas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Panamá proíbe Odebrecht de participar de licitações de obras públicas


Panamá proíbe Odebrecht de participar de licitações de obras públicas
Foto: Divulgação
O governo do Panamá anunciou nesta terça-feira (27) que o grupo Odebrecht está proibido de participar de licitações de obras públicas. A companhia brasileira é acusada de pagar US$ 59 milhões em propinas no país para ganhar contratos. A punição vale até que a Odebrecht demonstre "uma colaboração efetiva e eficaz nas investigações do Ministério Público e se garanta os valores que o grupo deve restituir ao Estado", segundo relata comunicado lido pelo ministro da Presidência, Álvaro Alemán. O governo panamenho, no entanto, não especificou o valor que deve ser pago. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos revelou na última quarta-feira (21) que a Odebrecht pagou propinas em 12 países. No Panamá, o grupo teria pago entre 2010 e 2014 mais de US$ 59 milhões em valores indevidos para acertar contratos que somam US$ 175 milhões.