Chico Ferreira: OS CARA DE PAU

Pesquisar este blog

sábado, 22 de julho de 2017

OS CARA DE PAU


Hoje estou trovando,
Fazendo minha prosa,
Com toda dedicação,
De um poeta que canta,
Com toda sua empolgação.

Cantando ao meu mundo,
Pedindo muitas bençãos,
Para melhorar este mundo,
Que vive muitas aflições,
De um povão que chora,
Sem rumo sem gratidão.

De um Brasil esculhambado,
De muitos políticos ladrões,
Que roubam o dinheiro do povo,
Sem a menor perturbação,
Ainda vive rindo do povo,
Com a cara de um mal cidadão. (Zerc Viceniti)