Chico Ferreira: Centrais sindicais realizam ato do Dia do Trabalhador

Pesquisar este blog


.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Centrais sindicais realizam ato do Dia do Trabalhador



Integrantes de centrais sindicais realizam ato do Dia do Trabalhador no Centro do Recife. Movimentação começou por volta das 10h desta segunda-feira (1º), na Praça Oswaldo Cruz. Discursos abordaram as reformas trabalhista e da Previdência.
Centrais siondicais em ato público no  Dia do Trabalhador (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)



Integrantes de centrais sindicais e de movimentos sociais estão reunidos no Centro do Recife, na manhã desta segunda-feira (1º), para o ato público que marca as comemorações do Dia do Trabalhador. As reformas trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso Nacional, são o principal tema dos discursos.
Os organizadores informaram que cerca de duas mil pessoas estão participando do movimento. A concentração começou pouco depois das 10h, na Praça Oswaldo Cruz, na Boa Vista. Segundo os sindicalistas, manifestações estão sendo realizadas em outras cidades do estado.
Os representantes das centrais sindicais discursaram e contaram com apoio de um trio elétrico. Até as 11h, eles ainda estavam definindo de o ato seria realizado apenas na praça ou se haveria uma caminhada. Depois, informaram que seguiriam para a Praça do Derby, na área central da cidade.
De acordo com o presidente estadual da CUT, Carlos Veras, os protestos de sexta-feira (28) e o desta segunda têm como objetivo pressionar deputados federais e senadores. "Esse 1º de maio é a continuidade da luta do dia 28. Nós teremos pessoas para ocupar Brasília de forma permanente durante todo o período da votação da Previdência”, declarou.
Segundo o sindicalista, as centrais sindicais não vão deixar passar os projetos, que representam o ‘desmonte da Previdência’. “Enquanto houver ataque aos direitos dos trabalhadores, estaremos na luta e na resistência”, pontuou.
Participaram do ato representantes da CUT, Sinpol, Conlutas, sindicato dos professores de Pernambuco e Frente Brasil Popular. No protesto, os manifestantes criticaram os deputados federais da bancada de Pernambuco que votaram a favor das reformas. Também exibiram faixas de "Fora Temer", contra o presidente da República.