Chico Ferreira: VENDA DE ÁREA DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES GERA IMPASSE NO BAIRRO SÃO GERALDO

Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de abril de 2017

VENDA DE ÁREA DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES GERA IMPASSE NO BAIRRO SÃO GERALDO





Ao tomarem conhecimento de que uma construção estava sendo edificada em parte da área da Associação de Moradores que foi doada pela Prefeitura de Juazeiro em 2009 pelo Prefeito Isaac Carvalho, moradores do São Geraldo entraram em contato com o Blog Geraldo José para denunciar o que consideram um escândalo. Veja a mensagem do morador da Travessa da Agrotécnica, número 190, bairro São Geraldo, Roswilson Oliveira do Nascimento: “Geraldo, a comunidade do São Geraldo está passando por uma situação muito complicada, e para que seja resolvida contamos com o apoio da imprensa. Há algum tempo atrás, através da prefeitura a nossa comunidade foi contemplada com um terreno, tendo esse a finalidade de que fosse construída a nossa sede (associação de moradores), o então presidente João Alexandre dividiu o terreno em três lotes, negociou dois dos lotes sem consentimento dos moradores, e agora está derrubando a associação para complementar as medidas do terreno lateral que foi negociado. Aguardamos providências”.
Na manhã desta quinta-feira (27), a reportagem do Blog esteve na residência do presidente da Associação João Alexandre e este confirmou a comercialização da área. Disse o comunitário. “Recebemos a doação da área em 2009, iniciamos a construção da sede própria, construirmos os alicerces, levantamos as paredes, mas na hora de cobrir e concluir a obra faltou recursos. Em entendimento com os demais diretores e numa assembleia com os moradores resolvemos dividir a área em dois lotes e comercializar um cujos recursos seriam aplicados na conclusão da sede própria da associação. A área da associação ficaria com sete metros de fundo e o outro lote com cinco, contudo, a secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano para liberar a documentação explicou que a área vendida não poderia ter menos de seis metros, razão pela qual a associação resolveu ceder mais um metro ao proprietário do novo lote. Foi tudo acertado com a diretoria e associados, está tudo lavrado em cartório. Nós nem pegamos em recursos. O morador que adquiriu o lote é que está realizando a obra de acordo com o valor comercializado de R$ 14 mil reais” explicou João Alexandre.
Depois da reclamação de Roswilson, vários outros moradores enviaram mensagens ao e-mail do Blog expressando indignação e cobrando providências.
João Alexandre alega que há vários anos vem conduzindo a entidade comunitária praticamente sozinho e tem toda documentação necessária para apresentar aos que alegam que ele estaria se apropriando de área pertencente à comunidade.