Chico Ferreira: Temer diz querer pressa na análise de suposta denúncia da PGR

Pesquisar este blog


.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Temer diz querer pressa na análise de suposta denúncia da PGR


Temer diz querer pressa na análise de suposta denúncia da PGR

O presidente da República Michel Temer afirmou a aliados que quer acelerar a análise da denúncia de que deve ser alvo na Procuradoria-Geral da República (PGR). Temer ainda acredita ter "ampla margem" de votos para conseguir derrubar o pedido da PGR. Temer recebeu o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e os ministros Moreira Franco e Mendonça Filho. De acordo com informações do jornal O Globo, Temer teria se mostrado tranquilo quanto à denúncia que pode chegar à Câmara. Para ser aceito, o pedido da Procuradoria precisa de 342 votos favoráveis de deputados para ser aceita. Temer sustentou que a denúncia apresenta "falta de substância" e "atropelos jurídicos", relacionado com o uso do áudio feito pelo empresário Joesley Batista. "Se houver denúncia, a tese é de acelerara o processo apreciação para o país não ficar no limbo. O presidente entende que já venceu sua primeira grande batalha, que foi o julgamento no TSE [Tribunal Superior Eleitoral], e acredita que vai vencer a segunda. Ele avalia que tem ampla margem de votos pra vencer, há certa tranquilidade de que a maioria é bastante confortável", disse um interlocutor de Temer.