Chico Ferreira: Assessor de Temer preso hoje acaba de ser exonerado

Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de maio de 2017

Assessor de Temer preso hoje acaba de ser exonerado



O assessor do presidente Michel Temer, o ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli foi exonerado do cargo que ocupava no Palácio do Planalto, informou hoje a assessoria da Presidência. Ainda de acordo com o Planalto, a demissão do assessor será publicada na edição de amanhã do "Diário Oficial da União".
Filippelli foi preso nesta terça pela Polícia Federal (PF) na Operação Panatenaico, que investiga um suposto esquema de corrupção que desviou dinheiro da obra de reconstrução do estádio Mané Garrincha, em Brasília.
A Operação Panatenaico também prendeu nesta terça os ex-governadores do Distrito Federal Agnelo Queiroz - titular da chapa que Filippelli integrava - e José Roberto Arruda. Eles são suspeitos de terem comandado os desvios de recursos públicos da construção da arena de Brasília.
O ex-vice-governador do DF atuava até esta terça-feira no 3º andar do Palácio do Planalto, mesmo pavimento do gabinete de Temer. Ele era assessor especial da Presidência desde setembro do ano passado. A remuneração de Filippelli na função era de R$ 12.445,7.
Fillipelli foi preso com base nas delações premiadas dos executivos da Andrade Gutierrez no âmbito da operação Lava Jato. Segundo os delatores, ele teria sido um dos beneficiados pela num esquema de corrupção na construção do estádio Mané Garrincha.
A arena foi construída para a Copa do Mundo de 2014. Orçada inicialmente em R$ 600 milhões, a obra custou no final R$ 1,7 bilhão. Segundo os investigadores, o superfaturamento nas obras pode ter chegado a R$ 900