Chico Ferreira: Ex-presidente da Eletronuclear tentou suicídio depois de condenação na Lava Jato

Pesquisar este blog


.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Ex-presidente da Eletronuclear tentou suicídio depois de condenação na Lava Jato


Ex-presidente da Eletronuclear tentou suicídio depois de condenação na Lava Jato
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
O ex-presidente da Eletronuclear, Othon Silva, tentou suicídio logo após sua condenação a 43 anos de prisão no âmbito da Operação Lava Jato. No início de agosto do ano passado, o executivo foi acusado de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e organização criminosa durante as obras da usina nuclear de Angra 3. A defesa de Silva confirmou a informação ao Globo. Helton Marcio Pinto relatou que foi informado pelo comando da Marinha sobre o incidente, mas disse não saber como Othon tentou se matar. Quando o encontrou após o episódio, o advogado contou que preferiu não tocar no assunto e tentou animar o cliente, apresentando perspectivas de inocência em instâncias superiores. Othon Silva está preso na Base de Fuzileiros Navais do Rio Meriti, em Duque de Caxias, por ser vice-almirante da Marinha. O advogado do executivo declarou que não fez nenhuma notificação sobre o assunto no processo porque está focado em provar a inocência de Othon, que está com 77 anos. A defesa recorreu à decisão em primeira instância do juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo bretas, e hoje a matéria tramita no Tribunal Regional Federal da 2ª Região.