Chico Ferreira: Moro aceita denúncia contra Sérgio Cabral e outras seis pessoas

Pesquisar este blog


.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Moro aceita denúncia contra Sérgio Cabral e outras seis pessoas


Moro aceita denúncia contra Sérgio Cabral e outras seis pessoas


O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e outras seis pessoas se tornaram réus nesta sexta-feira (16), após o juiz Sérgio Moro aceitar a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) oferecida nesta quinta-feira (15). Segundo informações do portal G1, além de Cabral, foram denunciados a ex-primeira-dama, Adriana Ancelmo, ambos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; Wilson Carlos, secretário do governo do Rio durante a gestão de Cabral, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; a esposa de Carlos, Mônica Carvalho, por lavagem de dinheiro. Carlos Emanuel Miranda, sócio do ex-governador Sérgio Cabral, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e os ex-executivos da Andrade Gutierrez Rogério Nora e Clóvis Primo, por corrupção ativa. A ação, no âmbito da Operação Lava Jato, tem como objeto o esquema liderado por Cabral. "Os denunciados Sérgio Cabral, Adriana Ancelmo, Wilson Carlos e Carlos Miranda receberam a vantagem indevida, a qual foi paga em 3 (três) parcelas, a primeira, no dia 18 de outubro de 2008 e, as demais, possivelmente, nos dias 03 de março de 2009 (SP), 10 de março de 2009 (SP), 12 de janeiro de 2009 (RJ) e 14 de janeiro de 2009 (RJ). Em consequência da  promessa e da vantagem indevida oferecida, e, posteriormente, paga, Paulo Roberto Costa, em relação a licitações e contratos celebrados pela Andrade Guiterrez com a Petrobras", cita a denúncia. De acordo com a apuração, o contrato em questão foi firmado em 2008, no valor de R$ 819,8 milhões, recebendo cinco aditivos, de forma que o custo da obra subisse para R$ 1.179.845.319,30.