Chico Ferreira: Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’

Pesquisar este blog

sábado, 22 de outubro de 2016

Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’


Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’


O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou nesta sexta-feira (21) que os quatro policiais do Senado presos nesta manhã na Operação Métis “extrapolaram” em suas competências ao cometer uma série de irregularidades para obstruir a Operação Lava Jato. De acordo com o titular da pasta, as condutas dos agentes foram além de varreduras em apartamentos funcionais para eliminar possíveis grampos telefônicos instalados pela Lava Jato. De acordo com O Globo, ele, no entanto, não as listou, sob o argumento de que as investigações correm em sigilo. “Foi uma operação instrumental, em relação a condutas que, em tese, estariam obstruindo a Operação Lava-Jato. As investigações levaram à conclusão de que alguns servidores da polícia do Senado Federal realizaram uma série de atividades direcionadas à obstrução da justiça. Em tese, extrapolaram o que seria de sua competência”, afirmou o ministro, em um evento realizado na Superintendência da Polícia Federal. Presente na cerimônia, o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Leandro Daiello Coimbra, afirmou que a operação não representa disputa entre a corporação e Polícia Legislativa. “A Polícia Federal tem atribuições definidas e aprendeu a trabalhar em parceria em ações específicas. Temos na nossa cultura que a parceria é um caminho. Não há disputa nenhuma nesse momento, eu não consigo vislumbrar isso”, declarou.