Chico Ferreira: Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’

Pesquisar este blog


.

sábado, 22 de outubro de 2016

Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’


Alexandre de Moraes diz que policiais do Senado presos ‘extrapolaram’


O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou nesta sexta-feira (21) que os quatro policiais do Senado presos nesta manhã na Operação Métis “extrapolaram” em suas competências ao cometer uma série de irregularidades para obstruir a Operação Lava Jato. De acordo com o titular da pasta, as condutas dos agentes foram além de varreduras em apartamentos funcionais para eliminar possíveis grampos telefônicos instalados pela Lava Jato. De acordo com O Globo, ele, no entanto, não as listou, sob o argumento de que as investigações correm em sigilo. “Foi uma operação instrumental, em relação a condutas que, em tese, estariam obstruindo a Operação Lava-Jato. As investigações levaram à conclusão de que alguns servidores da polícia do Senado Federal realizaram uma série de atividades direcionadas à obstrução da justiça. Em tese, extrapolaram o que seria de sua competência”, afirmou o ministro, em um evento realizado na Superintendência da Polícia Federal. Presente na cerimônia, o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Leandro Daiello Coimbra, afirmou que a operação não representa disputa entre a corporação e Polícia Legislativa. “A Polícia Federal tem atribuições definidas e aprendeu a trabalhar em parceria em ações específicas. Temos na nossa cultura que a parceria é um caminho. Não há disputa nenhuma nesse momento, eu não consigo vislumbrar isso”, declarou.