Chico Ferreira: Alegria e descontração marcam entrega de título ao Padre Tiago Milan

Pesquisar este blog

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Alegria e descontração marcam entrega de título ao Padre Tiago Milan









Ao som de músicas e palmas; com alegria, sorriso e dança, as comunidades do Alto da Aliança e dezenas de outras onde atua ou atuou, homenagearam na noite desta terça-feira no auditório da Câmara de Vereadores, o Padre Tiago (Santiago Milan Mácia), na sessão que lhe entregou o título de cidadão juazeirense.



Inicialmente presidida pelo Vereador Alex Tanuri, a Mesa foi formada com o Chefe de Gabinete do Prefeito Paulo Bonfim, Vilmar Ferreira; pelo Major Luiz Henrique comandante da 76ª CP, pelo Capitão Hugo Sherman do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado; pelo Bispo Diocesano de Juazeiro, Dom Carlos Alberto Breis Pereira; pelo Secretário de Agricultura de Juazeiro, Tiano Felix.



À sessão compareceram os vereadores Allan Jones, secretário ad-hoc; Vereador Domingos Alves Viana (Domingão da Aliança), propositor do título, Vereador Amadeus; Valdeci Alves (Neguinha da Santa Casa); Joseilson Marcelino; Reinaldo Sabino; Bertinho da Carnaíba, Tia Célia e Vereador Aníbal Araújo e os ex-vereadores José Carlos Tanuri e Jane.



Recebido com a música “Momento Novo” de Zé Vicente e “Pra não dizer que não falei das flores” de Geraldo Vandré, executada pelo Grupo Pais e Filhos, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima do Alto da Aliança; com uma detalhada e emocionada leitura de sua biografia; feita pelo secretário da Paróquia, Eliotenéze Batista, destacando suas lutas pela melhoria da qualidade de vida das populações que sobrevivem na periferia de Juazeiro; o padre Tiago; ao agradecer a honraria concedida pela Câmara, rodeado pelos líderes das comunidades da paróquia, fez jus à sua história de ação pastoral: “quero interpretar este acontecimento como o reconhecimento que esta Casa faz, não somente da minha vida, mas também da vida de um coletivo cidadão, como a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, voltados, eu e a Paróquia, para o bem comum em primeiro lugar”.



Ao longo de seu discurso de agradecimento o Padre Tiago cobrou responsabilidade dos juazeirenses com a proteção do meio ambiente, citando o Rio São Francisco, degradado e em estado terminal: “Para que esta história não entre em um túnel sem saída, temos alguns desafios pela frente. Eu vejo um desafio muito importante; o desafio de proteger o meio ambiente. Nós juazeirenses, somos obrigado a assumir uma responsabilidade solidária em relação a esta fonte de vida que é o nosso rio São Francisco” - cobrou.



Dom Beto Breis falou da dimensão social da evangelização, citando o documento do papa Francisco, “Alegria do Evangelho”; destacando que a evangelização, “o anúncio das boas novas é inseparável da promoção da vida, da promoção da dignidade humana, do anúncio do projeto de Deus e da denúncia de tudo aquilo que fere a dignidade humana e o projeto de Deus”, fazendo um paralelo entre a fé cristão que é uma fé não apenas professada, mas “vivida” e a ação pastoral do Padre Tiago.



Para o vereador Domingão da Aliança, “a alegria das comunidades aqui presentes, mostra o acerto da iniciativa de outorgar este título ao padre Tiago”.