Chico Ferreira: Fantasma da conspiração ronda Temer e Maia

Pesquisar este blog


.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Fantasma da conspiração ronda Temer e Maia


Para cumprir meta fiscal, governo estuda aumentar imposto sobre gasolina

Blog do Kennedy
Já havia uma negociação antiga de deputados do PSB para ingressar no DEM, mas ela estava em banho-maria. Quando cresceu a possibilidade de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ocupar o Palácio do Planalto, essa negociação voltou a ganhar força.
Temer soube e reagiu. Teve reunião hoje com o mesmo grupo do PSB e sinalizou com a possibilidade de filiação ao PMDB.
Na avaliação de Temer, Maia teria conspirado tentado a virar presidente da República. Na visão de Maia, Temer seria injusto, porque ele estaria dando prova de lealdade.
Marcado por iniciativa presidencial, o jantar desta terça em Brasília entre Temer e Maia é uma forma de tentar apaziguar ânimos e espantar fantasmas de ambas as partes.
Temer estuda a possibilidade de aumentar um tributo que incide sobre o preço da gasolina, como deseja o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. A tendência é elevar o imposto.
No entanto, há um complicador político: em agosto, o governo deverá travar batalha na Câmara para evitar que o Supremo Tribunal Federal analise a denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente. Seria hora ruim para anunciar mais uma medida impopular.
Sem aumento de impostos, dificilmente o governo cumprirá a meta fiscal deste ano, que já prevê um deficit de R$ 139 bilhões. Se não cumprir a meta, a equipe econômica perderá credibilidade. E isso poderia ser pior para o destino de Temer em meio à atual crise política.