Chico Ferreira: Aécio pede que mais um inquérito vá para Gilmar

Pesquisar este blog


.

sábado, 1 de julho de 2017

Aécio pede que mais um inquérito vá para Gilmar


Senador pediu ao relator da Lava Jato, Edson Fachin, que a apuração seja redistribuída por ter 'íntima relação' com outro caso que já está com Gilmar. Não há prazo para decisão.


TV Globo – Mariana Olveira

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), para que um dos inquéritos abertos para investigá-lo a partir das delações da Odebrecht seja remetido para relatoria do ministo Gilmar Mendes.
O senador tucano é alvo de cinco inquéritos abertos após as delações da Odebrecht. Destes, três já foram redistribuídos por Fachin a outros ministros - Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes - , por não terem relação direta com os fatos investigados na Operação Lava Jato.
Os outros dois estão sob relatoria de Fachin, mas em um deles, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu para que o ministro redistribua o caso para Gilmar Mendes, porque há conexão entre as investigações. Caberá à presidente do Supremo, Cármen Lúcia, determinar a redistribuição.
Agora, a defesa de Aécio quer que o último inquérito, ainda sob relatoria de Fachin, também vá para Gilmar Mendes.
No pedido, os advogados argumentam que a apuração trata de suspeitas de fraudes no setor elétrico, mesmo tema do inquérito que já está sob relatoria de Gilmar. Para a defesa do tucano, há "íntima relação entre os fatos.
O pedido será analisado por Fachin, mas não há prazo para decisão. Em razão do recesso do Judiciário, que começa na semana que vem, a defesa poderá reiterar o pedido para que o pleito seja analisado por Cármen Lúcia, que ficará no plantão, ou aguardar o retorno das férias.
Caso o pedido da defesa seja aceito, Aécio deixará de ser investigado por crimes relacionados à Lava Jato, e passará a ser investigado em outras apurações.