Chico Ferreira: Temer estabelece critérios para afastamento de ministros: 'Se for réu, estará afastado'

Pesquisar este blog

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Temer estabelece critérios para afastamento de ministros: 'Se for réu, estará afastado'


Temer estabelece critérios para afastamento de ministros: 'Se for réu, estará afastado'
Foto: Reprodução / Twitter
O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou critérios para afastar ministros do seu governo a partir desta segunda-feira (13). Especificamente sobre a Operação Lava Jato, o peemedebista afirmou que serão afastados provisoriamente os ministros denunciados. "Se alguém for réu, estará afastado, independentemente do resultado final", acrescentou, se referindo ao afastamento definitivo. Aqueles que forem apenas citados em delações premiadas continuarão em seus cargos. Em cerca de oito meses de governo, Temer acumula seis baixas em seu primeiro escalão, três deles por serem citados em delações ou gravados articulando manobras para driblar a Operação Lava Jato - o senador Romero Jucá (PMDB, ex-ministro do Planejamento), Fabiano Silveira (ex-ministro da Transparência, Fiscalização e Controle) e Henrique Eduardo Alves (PMDB, ex-ministro do Turismo). (Atualizado às 11h55)