Chico Ferreira: Maioria do Supremo vota por manter prisão de Eduardo Cunha na Lava Jato

Pesquisar este blog


.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Maioria do Supremo vota por manter prisão de Eduardo Cunha na Lava Jato


Em julgamento na tarde de hoje (15), a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já votou por manter a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Operação Lava Jato. Cunha está preso desde outubro do ano passado em um presídio na região metropolitana de Curitiba por determinação do juiz federal Sérgio Moro.
A Corte julga nesta tarde recurso protocolado pela defesa de Cunha. A maioria dos ministros acompanhou voto proferido pelo relator, ministro Edson Fachin. O ministro entendeu que não houve ilegalidade na decisão de Sérgio Moro. O antigo relator, Teori Zavascki, também havia negado o primeiro recurso apresentado ao Supremo. Zavascki morreu em um acidente de avião no mês passado
O entendimento de Fachin foi acompanhado pelos ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli e Gilmar Mendes. O julgamento continua e ainda faltam os votos dos ministros Marco Aurélio, Celso de Mello e da presidente, Cármen Lúcia