Chico Ferreira: Escolha de ministro será 'pessoal, sem conotações partidárias', ressalta Temer

Pesquisar este blog


.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Escolha de ministro será 'pessoal, sem conotações partidárias', ressalta Temer


Escolha de ministro será 'pessoal, sem conotações partidárias', ressalta Temer
Foto: Reprodução / Solidariedade
Com as pressões para decidir o sucessor de Alexandre de Moraes à frente do Ministério da Justiça, o presidente Michel Temer ressaltou que a escolha será de cunho apenas pessoal. A declaração foi dada através do Twitter oficial do presidente, nesta quarta-feira (15). Um dos cotados para assumir a vaga é o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Velloso, de 81 anos. "Estive com Carlos Velloso ontem. Conversamos privadamente por mais de 1h. Meu amigo há mais de 35 anos. Marcamos esse encontro diretamente", afirmou Temer. "Continuaremos a conversas nos próximos dias. A escolha do novo ministro da Justiça será minha, pessoal, sem conotações partidárias", acrescentou em outra postagem. Temer e Velloso se reuniram no Palácio do Planalto. O presidente já comentou que não tem um prazo definido para indicar um substituto, mas o Palácio do Planalto indica que a definição pode ser agilizada em decorrência das manifestações de policiais militares no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.