Chico Ferreira: Charles Leão afirma que continua no bloco de oposição em Juazeiro

Pesquisar este blog


.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Charles Leão afirma que continua no bloco de oposição em Juazeiro





O ex-candidato a prefeito de Juazeiro pelo Partido Popular Socialista (PPS), Charles Leão, participou, nesta quinta-feira (12), de uma entrevista no programa Geraldo José transmitido pela Rádio TransRio (99,9) e Rádio Juazeiro AM (1.190).
Na ocasião, Charles Leão reafirmou que continuará no bloco da oposição ao prefeito Paulo Bomfim (PCdoB) em Juazeiro. “Desde sempre eu falei que sou oposição, meu caminho é muito claro, minhas posições são muito claras. O único canto de sereia que me seduz é atender os anseios da população”, disse.
O ex-candidato pontuou ainda que o bloco de oposição também deve ser composto por cidadãos comuns. “A oposição não se faz por pessoas que tenham mandato. Se faz com cada cidadão. Cada cidadão deve fazer uma oposição sadia para um melhor destino da cidade”.
Ao longo da entrevista Charles Leão respondeu muitos questionamentos dos ouvintes, sendo um deles sobre as acusações de compra de votos que membros da oposição afirmam que ocorreu nas eleições municipais de outubro do ano passado.
“Foi movida uma ação sobre compra de votos e recorremos de outra. Essa questão está sendo tratada pelos meus advogados. Estamos acompanhando através dos advogados. Todos abominam campanhas suntuosas”, pontuou.
Ao final da entrevista, Charles Leão salientou que apesar de fazer oposição ao governo municipal torce para que a nova gestão dê certo. “Apesar de ser oposição a gente torce pelo governo e qualquer um cidadão deve e pode se expressar e torcer para que o governo dê certo. A democracia é isso, falar para se ter o melhor governo. Torço que dê certo porque dando certo a população estará feliz”.
Polêmica
O comunitário Davi Lima participou da entrevista por telefone e afirmou que na última eleição municipal aconteceu uma série de fraudes eleitorais. O comunitário chegou a assegurar que há até sete (07) ações judiciais que investigam o resultado das eleições em Juazeiro. “São 100 mil pessoas prejudicadas. O que esperamos é que a justiça dê uma reposta ao povo. O governo poderá mudar em breve”.
Após o depoimento do comunitário, o secretário de Governo, Clériston Andrade, participou do programa Geraldo José e respondeu as acusações feitas por Davi Lima. “Em Juazeiro tivemos uma vitória limpa, o governo de Paulo Bomfim é legítimo, ele foi diplomado, as contas foram aprovadas e ele foi empossado ao cargo porque o povo quis assim e ele foi aprovado nas urnas. As pessoas tem que se acostumar com a democracia. Infelizmente, essa pessoa que fez as acusações fez em todas as últimas eleições de Juazeiro, se acostumou a perder e a não respeitar o resultado das eleições”, frisou.