Chico Ferreira: Família da garota Beatriz Angélica repudia declaração de ex-prefeito de Petrolina

Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Família da garota Beatriz Angélica repudia declaração de ex-prefeito de Petrolina





Como pais de Beatriz Angélica Mota queremos manifestar a nossa indignação e repúdio com a infeliz declaração feita na manhã de hoje no programa Edenelvaldo Alves, Emissora Petrolina FM, pelo senhor Augusto Coelho. É grande e profunda a nossa dor, tristeza e saudade, e ouvir tais declarações, nos trás ainda mais SOFRIMENTO.
Como pode alguém ocupar espaço midiático para defender interesses econômicos de uma instituição particular, ignorando completamente a dor de uma FAMÍLIA que perdeu a sua filha de forma brutal?
Como colocar uma pedra em cima do caso?
O senhor esqueceria uma filha? Ou a indiferença desumana é por se tratar do filho dos outros?
Senhor Augusto Coelho, nos diga como podemos virar esta página e esquecer de nossa princesa, e deste crime ocorrido dentro da quadra da escola em que confiávamos?
Como a nossa comunidade pode esquecer desse crime se ainda tem um ou mais assassinos soltos podendo fazer a qualquer momento outras vítimas?
O que o senhor tem a dizer da INDIFERENÇA DA ESCOLA, que demonstrou preocupação exclusiva com a retomada das atividades dias após o ocorrido, como se fosse um caso banal a ficar apenas nas estatísticas?
É de causar PROFUNDA INDIGNAÇÃO senhor Augusto Coelho, que alguém que tenha ocupado cargos eletivos, venha a público defender a IMPUNIDADE.
Defender o fim da apuração sem que os culpados sejam apresentados?
Por quê?
Qual o seu interesse no ENCERRAMENTO das investigações?
O senhor sabe de algo que a nossa comunidade ainda não sabe?
Toda sociedade, assim como nós, quer que o crime seja desvendado e o que esperávamos, no mínimo, seria o seu apoio e solidariedade.
Em relação a nossa campanha em busca de justiça, que o senhor afirma ser injusta e estaria denegrindo a IMAGEM DO COLÉGIO, nós reafirmamos que tal imagem já foi manchada pelo crime ocorrido em seu interior e a negligência que levou a tal ocorrido.
Encerramos senhor Augusto Coelho, dizendo que nós gostaríamos de colocar uma pedra em cima da indiferença e virar a página da estupidez humana.
Sandro Romilton & Lucinha Mota
(PAIS DE BEATRIZ ANGÉLICA)