Chico Ferreira: Voo da Chapecoense tinha 21 profissionais de imprensa, incluindo Mario Sérgio

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Voo da Chapecoense tinha 21 profissionais de imprensa, incluindo Mario Sérgio



Dos 72 passageiros, além de nove tripulantes, que estavam no avião que caiu na localidade de Cerro Gordo, nao estado da Antioquia, Colômbia, próximo a Medellín, com a equipe da Chapecoense, 21 eram profissionais de imprensa. O único sobrevivente confirmado é o jornalista Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, que foi levado ao Hospital San Juan de Dios. Entre os mortos confirmados, está o ex-jogador e treinador Mário Sérgio, que atualmente era comentarista no canal Fox Sports. Ex-jogador da Seleção Brasileira, Mário Sérgio se tornou ídolo do Vitória, onde era meia-esquerda.



Time do Vitória em 1972; à direita, embaixo, Mário Sérgio | Foto: Reprodução
De acordo com a polícia da Antioquia, apenas cinco pessoas sobreviveram. Havia 81 pessoas no voo, sendo que 76 morreram. Três dos sobreviventes são jogadores: os goleiros Danilo Padilha, Jackson Follman, e o lateral Alan Ruschel, além da tripulante Jimena Suárez. Os veículos de comunicação divulgaram a lista de jornalistas que estavaabordo: pela Fox, que transmitia a Copa Sul-Americana, estavam Victorino Miranda, Rodrigo Santana Gonçalves, Davair Paschoalon (Deva Pascovicci) e Lilacio Pereira Júnior, Paulo Clement. Da Globo, estavam no voo Guilherme Marques, Ari de Araújo Junior e Guilherme Lars, além de Laion Machado Espíndola, do GloboEsporte.com. Do Grupo RBS, de Santa Catarina, os jornalistas Djalma Araújo Neto e André Luis Goulart Podiacki. Além disso, havia oito radialistas: Rafael Valmorbida, Renan Carlos Agnolin, Fernando Schardong, Edson Luiz Ebelliny, Gelson Galliotto, Douglas Dorneles, Jacir Biavitti e Ivan Carlos Agnoletto.