terça-feira, 22 de novembro de 2016

Rui critica punição a Garotinho por compra de votos: ‘Prisões viraram espetáculos’


Rui critica punição a Garotinho por compra de votos: ‘Prisões viraram espetáculos’
Foto: Reprodução
O governador Rui Costa disse, nesta segunda-feira (21), não concordar com a prisão do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, detido por suspeita de compra de votos durante a eleição municipal de Campos dos Goytacazes (entenda aqui). “Não tenho nenhuma relação com ele, nunca foi meu aliado político, nunca tive relação nem pessoal nem política com ele. EU não sei se algum dia eu conversei na vida com ele sobre algum assunto. Mas qual é a diferença dele e do Cássio Cunha Lima (PSDB), que foi cassado? Em que momento nesse país já se prendeu alguém dois meses depois da eleição por compra de voto? Você tinha um processo que não foi concluído ainda. Há suspeita de compra de votos. Eu não vou dizer o caso de [Sérgio] Cabral, que aí está caracterizada corrupção, mas o caso dele é compra de voto”, comparou, citando o caso do ex-governador da Paraíba, cassado por abuso de poderes econômico e político e por prática de conduta vedada a agente público na campanha eleitoral de 2006. Para Rui, as detenções podem ter outras motivações que o simples combate à corrupção. “As prisões viraram espetáculos midiáticos dessa ou daquela pessoa que quer ter um destaque na mídia. Isso não pode acontecer. Alguém pode bater palmas hoje porque não gosta do Garotinho. Mas amanhã pode ser com qualquer um de vocês. [...] Nós não podemos concordar com isso”, sugeriu.