Chico Ferreira: Após pedido de prisão contra Moro, Aragão afirma que juiz de Curitiba precisa ser detido, “milhares de empregos estão sendo riscados do mapa”

Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Após pedido de prisão contra Moro, Aragão afirma que juiz de Curitiba precisa ser detido, “milhares de empregos estão sendo riscados do mapa”



O ex-ministro da Justiça, Eugênio Aragão, durante entrevista ao jornalista Paulo Henrique Amorim, afirmou que o juiz Sérgio Moro e a força-tarefa da Lava Jato, conseguiram riscar do mapa, milhares de empregos de trabalhadores brasileiros.
Para Aragão, a Lava Jato está preocupada apenas em aparecer na mídia, “O Brasil está sendo levado ao buraco por conta dessa vontade de aparecer nos noticiários”.

O ex-ministro criticou a “vaidade” dos procuradores, chegando a defender uma reforma urgente para que a crise não “quebre o país de vez”.
Eugênio Aragão fez críticas ao Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que colabora para deixar o país ingovernável.
Ele lembrou que o salário do juiz Moro e dos procuradores da Lava Jato, só faz aumentar, “Não são eles que estão sendo prejudicados, mas sim, a classe trabalhadora”.