Chico Ferreira: “Ô Wagner, Lula é chefe de quadrilha”, diz Varela após comparação feita por Jaques Wagner

Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de outubro de 2016

“Ô Wagner, Lula é chefe de quadrilha”, diz Varela após comparação feita por Jaques Wagner


Ex-ministro teria comparado Mandela à Lula

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)


Durante apresentação do programa Balanço Geral, desta segunda-feira (17), o apresentador, Raimundo Varela, se indignou após ver comparação de Mandela com Luis Inácio Lula da Silva, feita pelo ex-ministro da Defesa e Casa Civil, Jaques Wagner.
A comparação foi feita em entrevista que Wagner deu ao Jornal Tribuna da Bahia, publicada nesta segunda-feira (17): “Wagner, você diz na entrevista que o Mandela foi um líder que foi preso e que o Brasil tem um líder que querem prender. Você comparar Lula com Mandela…Ô Wagner, Lula é chefe de quadrilha. 18 ex-ministros dele estão sendo investigados na Lava Jato. Isso é uma quadrilha. Até você Wagner? Até tu, bruto? Vá ver a história de Mandela, pelo amor de Deus. Comparar Lula com Mandela? Toma vergonha!”, gritou Varela.
O comentário do âncora se deu logo após o anúncio da redução do preço da gasolina e do diesel, anunciado nesta última sexta-feira (14). No sábado (15), o preço do diesel e da gasolina, nas refinarias, ficou mais barato 3,2% e 2,7%, respectivamente. Só que este valor ainda não se tornou realidade nos postos de Gasolina. Em Salvador, por exemplo, os postos só devem comprar combustíveis mais barato a partir desta terça-feira (18). Por enquanto, o preço continua variando entre R$ 3,84 e R$ 3,89.
“Aonde que baixou? A Petrobrás baixou mais o posto aumentou. Aqui em Salvador existe uma máfia na gasolina. Tá difícil!”, disse o apresentador, Raimundo Varela, durante apresentação do programa Balanço Geral, desta segunda-feira (17). “53% da gasolina é do Governo. Petrobrás tem que sair da mão do Governo. Sabe porque ela está aí arrombada? Porque meteram a mão nela. A Odebrecht superfaturava as obras para criar um banco de propina. Não adianta cada diretor da Petrobrás ter uma indicação partidária política. Um bando de gente despreparada”, completou.